Portal da Transparência Revista Advocatus Agenda da OAB






::Telefones::

Secretaria
(42) 3028-2313

Tesouraria
(42) 3228-2306

Administrativo
(42) 3028-2313

Assessoria de Comunicação
(42) 3028-2313

Setor de Processos Disciplinares
(42) 3228-2307

Fórum Estadual
(42) 3028-2314

Justiça do Trabalho
(42) 3028-2315

Justiça Federal
(42) 3027-2313

Juizado Especial
(42) 3025-3154






OAB realiza ato em defesa da Justiça do Trabalho
      OAB realiza ato em defesa da Justiça do Trabalho
Advogados, representantes de diversos Sindicatos, magistrados, servidores, representantes da Subseção de Castro e membros da comunidade participaram, nesta quarta-feira (13), de ato em defesa da Justiça do Trabalho, organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil ? Subseção Ponta Grossa. A mobilização, que tem como objetivo esclarecer à população a importância e função da Justiça trabalhista e o impacto para a Advocacia e toda sociedade, aconteceu em frente à Justiça do Trabalho, em Ponta Grossa.

Advogados, representantes de diversos Sindicatos, magistrados, servidores, representantes da Subseção de Castro e membros da comunidade participaram, nesta quarta-feira (13), de ato em defesa da Justiça do Trabalho, organizado pela Ordem dos Advogados do Brasil ? Subseção Ponta Grossa. A mobilização, que tem como objetivo esclarecer à população a importância e função da Justiça trabalhista e o impacto para a Advocacia e toda sociedade, aconteceu em frente à Justiça do Trabalho, em Ponta Grossa.
?Este é um ato de grande importância para a cidadania. A valorização da Justiça do Trabalho é primordial para que tenhamos justiça social no país?, disse Rubia Carla Goedert, presidente da OAB Ponta Grossa. ?Juntos somos mais fortes e caminharemos na defesa da Justiça especializada. A Ordem dos Advogados vai continuar atuando firmemente para fortalecer a Justiça do Trabalho?, completou.
Ricardo Marchado, vice-presidente da OAB que atua na área trabalhista, reforçou o importante papel da Justiça do Trabalho perante a sociedade. ?A flexibilização de leis trabalhistas significa vulnerabilidade e uma ofensa a princípios básicos da dignidade humana. Sua extinção acarretaria sérios prejuízos a toda a sociedade?, afirmou. Segundo ele, o ato representa a defesa do Estado Democrático de Direito. ?A Justiça do Trabalho é um marco histórico que devemos sempre respeitar e valorizar. A sociedade civil necessita da Justiça do Trabalho e nós estamos aqui, empenhados para defendê-la?, falou.